Saiba como montar um jardim vertical criativo e bonito no seu apartamento

  • Home
  • DIY
  • Saiba como montar um jardim vertical criativo e bonito no seu apartamento

Difícil encontrar quem não tenha um pouco do verde das plantas dentro de casa, não é verdade? Entre as soluções mais adotadas está o jardim vertical, um modelo de cultivo bastante prático que deixa os ambientes com um aspecto incrível. 

Versátil e moderno, esse tipo de projeto permite criar uma decoração linda e econômica sem muito esforço. Já pensou em montar um em seu apartamento? Temos várias dicas úteis para você colocar a mão na massa. Confira!

Passo a passo para um jardim vertical criativo e bonito

Não é preciso ser um mestre da jardinagem para aplicar soluções simples de paisagismo em casa. Siga os próximos passos e curta o resultado!

Procure o melhor local

A exposição ao sol é importante para o desenvolvimento de muitas espécies. Por isso, procure um ambiente que ofereça luz natural abundante ou indireta. Pode ser uma varanda pequena, um quarto com janelas amplas, um hall bem iluminado etc. 

Providencie os materiais

Segue a lista básica de ferramentas para montar um jardim vertical: 

  • alicate;
  • pá pequena;
  • tesoura de poda;
  • corda;
  • arame.

Você também deverá comprar argila expandida e substrato adequado para fazer o plantio das mudas nos recipientes.

Escolha o tipo de suporte

Pense na estrutura vertical que será usada para apoiar os vasinhos. Pode ser uma parede, biombo vazado, painel de madeira, grade de ferro ou treliça metálica. São inúmeras opções de suporte para você escolher! 🙂

Selecione as espécies

Reflita sobre o tipo de planta que deseja cultivar em seu apartamento. Considere a variedade de flores e folhagens ornamentais, de ervas medicinais (chás), de temperos e especiarias.

Se tiver dúvidas, converse com o profissional responsável pelo viveiro. Suculentas em geral são ótimas para ambientes bem iluminados. Já espécies como lírio-da-paz, orquídeas e antúrios não gostam de sol direto.

Defina os vasinhos

Existem vários tipos de vasos no mercado, com tamanhos e formatos personalizados para cada necessidade. Você tem a opção de comprar modelos prontos ou customizar peças e utensílios  como bules e xícaras antigas  para transformá-los em recipientes. Fica uma graça! <3

Faça a montagem

Tudo pronto? É só colocar as mudinhas em seus devidos lugares e montar o jardim vertical. Antes, porém, procure fazer o plantio da seguinte maneira:

  • adicione uma camada (5 cm) de argila expandida no fundo de cada vasinho;
  • complete com uma camada de substrato, deixando aproximadamente 5 cm distante da borda do vaso;
  • faça um pequeno buraco na terra e coloque a muda escolhida (remova o excesso de raízes antes, se precisar);
  • cubra a raiz e a base do caule dando leves batidas.

O processo de montagem varia de acordo com o tipo de suporte escolhido. Se for uma parede ou divisória, por exemplo, basta fixar ganchos em diferentes pontos e alturas para pendurar os suportes com os vasos. 

Se for uma grade ou painel, você consegue prender os vasos com arames e cordas amarrados em ripas e espaços vazados. Também é possível apenas apoiar os recipientes com plantas sobre prateleiras e escadas articuladas.

Principais vantagens desse tipo de jardim

Capaz de enfeitar a casa com mosaicos verdes ou coloridos, o jardim vertical tem algumas vantagens em relação aos grandes canteiros e quintais com gramados. Veja bons motivos para adotá-lo em seu apartamento:

  • economia de espaço: vasos dispostos em superfícies verticais não atrapalham o fluxo de passagem das pessoas e não ocupam área útil. Logo, são ótimas escolhas para ambientes compactos;
  • baixo custo de manutenção: o cuidado básico com plantas em vasos envolve rega adequada, conforme orientação de um especialista. O esforço para manter as espécies saudáveis também é mínimo;
  • conforto térmico: as plantas retêm água em suas raízes e contribuem para a umidificação do ambiente. Com uma “parede viva” você controla melhor a temperatura e evita calor excessivo no interior da residência;
  • isolamento acústico: as folhagens também ajudam a absorver e isolar ruídos, proporcionando uma atmosfera mais agradável.

Se as vantagens já despertaram seu interesse por esse tipo de projeto, saiba que o jardim vertical se adapta a qualquer estilo de decoração. Basta adequar seus elementos, cores e arranjos para que sigam o mesmo tema trabalhado no ambiente.

Curtiu o post? Também temos dicas para decorar estúdios, ambientes conjugados e apartamentos pequenos. Não perca!

Deixe um comentário

Share This