Decoração geek: 4 dicas incríveis para criar um ambiente descontraído

  • Home
  • Decoração
  • Decoração geek: 4 dicas incríveis para criar um ambiente descontraído

Entra ano e sai ano e uma tendência no design de interiores se torna cada vez mais forte: a decoração geek — e isso não é à toa. Afinal, ela traz uma série de elementos de uma cultura plural e cheia de representatividade, que começou nos anos 80, especialmente com os quadrinhos e com o cinema, tornando-se extremamente popular a partir do século XXI.

Hoje, ela engloba a música, a televisão, a internet, a tecnologia e a literatura, sendo difícil encontrar quem não se identifica com esse estilo que não é só de décor, mas principalmente de vida. Pensando nisso, reunimos algumas dicas superbacanas para você adotar no seu lar com bom gosto e praticidade. Acompanhe e se inspire!

Ah, e antes que a gente se esqueça: “que a força esteja com você!” 😀

1. Tenha almofadas com formatos especiais para a sala

Para começar, invista em almofadas para sofás e poltronas que têm formatos e tamanhos especiais e simulam diversos elementos geek, como disquetes, blocos e cogumelos do Mario Bros, teclas de computador, controles de videogames, fantasmas do Pac-Man, pokebolas etc.

Elas podem ser o destaque e os pontos de cor na sua sala, especialmente quando a paleta de cores dela é mais neutra. No entanto, atenção: nada de usar várias almofadas em um mesmo espaço, certo? Afinal, a ideia é descontrair o ambiente, não poluí-lo visualmente com muitas informações!

2. Emoldure velhos pertences e pendure-os no seu quarto

Todo bom geek que se preze ainda guarda antigos pertences dos anos 80 e/ou 90 que marcaram época e têm um valor sentimental muito grande, pois remetem não só aos símbolos do início dessa cultura, mas também à própria infância.

Consoles portáteis, walkies talkies, videogames, fitas cassete, walkmans, discos de vinil, tazos, tamagotchis, bonecos de plástico de super-heróis, cubos de rubik, ioiôs, legos… Não faltam elementos desse período! Logo, nada melhor do que tirá-los daquela caixa no fundo do armário e torná-los parte da decoração do seu quarto.

Como? Simples: emoldurando o que você tem e pendurando na parede como um quadro. Sem dúvidas, vai ser um detalhe que não só vai customizar o ambiente, como ajudar a contar a sua história. Maravilha, né? <3

3. Crie uma exposição de action figures no home office

O home office não precisa ser um canto sem vida só porque é onde você trabalha, viu? Ao contrário, numa decoração geek é mais que bem-vindo um toque de criatividade e descontração para alegrar o cômodo!

Por isso, vale a pena adquirir uma vitrine expositora — se você tem espaço sobrando — ou uma caixa expositora de acrílico para prateleiras e nichos — se o espaço do local for compacto — e criar uma exposição da sua coleção de action figures ou bonecos funko, por exemplo.

Uma ótima sugestão é que eles sejam de personagens de filmes e séries que se eternizaram no universo pop, como Game of Thrones, Star Wars, Harry Potter, Stranger Things, E.T., Sexta-Feira 13 etc.

4. Invista em adesivos de parede e azulejo para a cozinha

Por fim, a cozinha também pode receber um toque especial com adesivos personalizados, tanto para as paredes quanto para os azulejos que trazem dinamismo, bom humor e o principal: diversas alusões aos jogos, animes, tecnologia, cinema, TV e tudo mais que faz parte da cultura geek.

Inclusive, uma excelente ideia é não entregar de bandeja qual é a sua inspiração, mas sim brincar com a capacidade das suas visitas de captar cada referência e entender ao que elas se referem. Portanto, em vez de adesivos com imagens, aposte em versões com frases, símbolos e silhuetas.

Como você viu, adotar uma decoração geek pode ser mais fácil do que se imagina e ser o grande diferencial do seu lar, pois traz a sua identidade para cada cantinho dele. Por isso, siga as nossas dicas e capriche em cada recinto!

Aproveite também e compartilhe este post nas suas redes sociais. Assim, você ajuda a inspirar aqueles seus amigos que querem repaginar a casa, mas não sabem por onde começar!

Deixe um comentário

Share This